terça-feira, 11 de novembro de 2008
















São designadas como
alho algumas plantas do gênero Allium (mas não só), embora o termo se aplique especificamente ao Allium sativum, uma planta perene cujo bulbo (a "cabeça de alho"), composto por folhas escamiformes (os "dentes de alho"), é comestível e usado tanto como tempero como para fins medicinais.

O alho é utilizado desde a antiguidade como remédio, sendo usado no Antigo Egito na composição de vários medicamentos. Suas propriedades anti-microbianas e os seus efeitos benéficos para o coração e circulação sanguínea já eram valorizados na Idade Média. Possui um ótimo valor nutricional, possuindo vitaminas (A, B2, B6, C), aminoácidos, adenosina, sais minerais (ferro, silício, iodo) e enzimas e compostos biologicamente ativos, como a alicina. O alho costuma ser indicado como auxiliar no tratamento de hipertensão arterial leve, redução dos níveis de colesterol e prevenção das doenças ateroscleróticas. Também se atribui ao alho a capacidade de prevenir resfriados e outras doenças infecciosas, e de tratar infecções bacterianas e fungicas.

Lembrando ainda que o AlhôÔ é uma especiaria altamente alucinógena.

4 comentários:

Graúna disse...

Acredito que o alhôôô, além de ser altamente alucinógeno, cause também (se consumido com cautela, é claro)fortes sensações de prazer sexual, levando o homem a experimentar sensações de orgias extremas com orgasmos múltiplos...

Anônimo disse...

Vocês são um bando de mal amados, que com qualquer merda que vem em suas cabeças saem escrevendo suas decepções, suas loucuras, suas doidices... Achei esse blog por acaso e resolvi comentar por que não acredito que num mundo tão belo (Claro que com seus altos e baixos) tem gente se queixando da própria vida... Pior se algum de vocês(Não sei se alguém é portador disso!) tivessem uma doença grave, sei lá se vocês tivessem nascidos sem pernas, sem braços, ou com alguma deficiência, garato a todos que seria bem pior. Mas não vou gastar mais meu tempo tentando explicar que um mundo é melhor do que todos vocês pensam, e que ao contrário de vocês, apesar de tudo, sei e consigo ser feliz, pena que vocês não encontraram, espero que ainda, a melhor maneira de viver!
Mas como sei que suas mentes são um tanto quanto fechadas, não levaram isso a sério e vão zuar.. Tude bem apreveitem seu medíocre tempo nessas babozeiras, continuem assim infelizes como sempre

Anônimo disse...

garanto*

A Fada Verde disse...

aahh, vai tomar no cú!!!

O mundo azul do caro anomino, ao que parece aceita bastante a arrogancia... quem chegou aqui zuando não fomos nós... agora vem com ares de bom samaritano, que só queria nos mostrar o lindo e feliz mundo em que ele vive.

primeiro que o é subjetivo não pode ser medido. Segundo quem falou de infelicidade aqui? Se você não consegui ver além do seu mundo azul que a vida é feita de conflito, e que ela pode ser boa ou ruim ou os dois ao mesmo tempo em determinado instante... e age como o dono da verdade absoluta... ao que vejo é vc quem deveria refletir mais antes de sair dizendo suas opniões como verdades universais... quem soa vázio é vc, que só sabe dizer que o mundo é belo e AlhôO Fofa...

A propósito, pessoas sem braços e pernas podem ser muito bem felizes, existem ao modo delas...

Terceiro, quem é vc para julgar loucura e sanidade? o que é loucura? quem é sobrio nesse mundo?

é claro que não vou levar vc a sério... Releia os textos e tente compreende-los melhor... o que eu escrevo não sou eu... refletir e não julgar...

ACORDA FOFA(O)